terça-feira, 23 de março de 2010

RIR AINDA FAZ BEM À SAÚDE! ENTÃO, POR QUE CHORAR!!!


RIR FAZ BEM À SAÚDE: PORTANTO, VAMOS RIR!!!

MOTIVO 1

Dois vereadores estavam comentando sobre as pretensões do Prefeito em promover o «tombamento» de uma Capela bastante antiga. Nela fora celebrada a primeira missa da cidade. Seria uma decisão bastante oportuna para a preservação daquele patrimônio histórico, segundo eles mesmos afirmavam.
Ouvindo o comentário de seus colegas pertencentes ao partido do prefeito, o vereador petista J. P. olhou para os parlamentares mirins e de forma rígida retrucou :
- Olhe aqui ! Se vocês pensam que vão derrubar a igrejinha, estão bastante enganados. Vou agora mesmo falar com o vigário e contar tudo a ele. Ele vai saber quem são os inimigos do povo e da Igreja. E podem ir avisando ao seu prefeitinho que enquanto existir um petista na Câmara, ele não vai fazer o que quer !
Alguns estudantes que passavam pelo local e haviam parado para ouvir o desabafo do vereador, não resistiram e caíram numa gostosa gargalhada, fato este que irritou ainda mais o vereador do PT.

MOTIVO 2

Certa vez, o prefeito daquela cidade foi convidado a comparecer à Câmara Municipal para prestar contas do seu primeiro ano de mandato. Depois de fazer um relato das obras construídas e de outras recuperadas, o chefe do Executivo Municipal anunciou a construção de um novo cemitério para o município:
- Além das obras já mencionadas, é nossa pretensão construir uma necrópole à altura do nosso povo. Acredito que este será o nosso «cartão de visita», um orgulho para o nosso Município.
Todos aplaudiram a idéia do prefeito, menos o vereador J. P. que, para a surpresa de todos, bradou :
- Espere aí ! Se Vossa Excelência pensa que vai construir essa coisa aí pra sua família se divertir, está totalmente enganado. Nós, do PT, que defendemos «com unhas e dentes» o nosso povo, não vamos permitir que Vossa Excelência gaste o dinheiro do povo com essas besteiras pra beneficiar seus amigos, familiares e correligionários !
Uma gargalhada tomou conta da platéia que ouvia o prefeito com a máxima atenção. Depois da sessão solene, um vereador do PDT disse ao vereador J. P. que necrópole é a mesma coisa que cemitério, deixando o representante petista sem graça.

MOTIVO 3

Certo dia, o mesmo vereador petista foi abordado por um professor de português do único colégio da cidade, que lhe fez o seguinte elogio:
- Bom-dia, vereador! Tenho acompanhado sua atuação na Câmara Municipal e quero dizer-lhe da minha admiração pela sua PROSÁPIA e por ser você um político que se opõe aos PERDULÁRIOS!
Indignado, J. P. olhou bem nos olhos do professor e sem medir palavras explodiu:
Olhe aqui, seu professorzinho, se você pensa que me atinge com seu português barato, tá muito enganado! Pra adversário, eu tenho isso aqui! (deu uma banana daquelas).
Um amigo que estava em companhia do vereador, disse-lhe que o professor fizera grandes elogios e explicou que PROSÁPIA significa RAÇA, LINHAGEM, e que PERDULÁRIOS quer dizer ESBANJADORES, GASTADORES. Mais uma vez J. P. ficou sem graça.

MOTIVO 4

Um cidadão está diante da vitrine de uma joalheria, olhando alguns relógios em exposição, sempre acompanhado pelo vendedor, que tudo fazia para conquistar a confiança do cliente e, consequentemente, vender-lhe os produtos que dizia serem os melhores.
- Este é o melhor que temos! É de fabricação suíça e sua garantia é de dois anos! Creio que o senhor não se arrependerá!
O cidadão, demonstrando ser bastante exigente, perguntou, apontando para um dos relógios:
- Eu posso tomar banho com ele?
O vendedor, que já estava cansado com a demora do cliente, não pensou duas vezes para responder:
- Afinal, o senhor quer um relógio ou um sabonete?

MOTIVO 5

Aquela senhora, toda melindrosa e metida a grãfina, está na feira de frutas, escolhendo algumas laranjas. Solta uma, pega outra e realiza esta operação várias vezes, enquanto o vendedor a observa já demonstrando irritação. Depois de um longo tempo, ela olha para o vendedor e, com um jeitinho sarcastico, reclama :
- Não me agradei dessas laranjas! Elas estão muito feias para o meu gosto!
Sem pestanejar e bastante chateado com a petulância daquela madame, o vendedor rechaça:
- Escute aqui, dona! A senhora quer laranjas para chupar ou para participar de um concurso de beleza???

MOTIVO 6

Aquele sujeito não dispensava um cigarro depois de tomar um cafezinho. Aliás, este é um costume de todos os fumantes. Certa vez, ele chegou a um barzinho e, descontraidamente, falou para a proprietária:
- Por favor, senhora, dê-me um cafezinho para eu acender um cigarro! (força de expressão)
Com toda a sua calma, a proprietária do bar respondeu:
- Sinto muito, senhor ! Mas para acender cigarro só temos fósforos e isqueiros!...

MOTIVO 7

O Segundo Sargento Paulo era um cara metido a durão, que sempre se colocava como exemplo quando chamava a atenção dos soldados. Certo dia, quando, estávamos acampados na Fazenda Liberdade, ele chegou para o soldado Valdemar e, para mostrar serviço ao capitão Braga, que se encontrava ao seu lado, gritou:
- Seu Valdemar, o senhor não sabe que esta área é reservada aos oficiais? Quem foi o IDIOTA que mandou você armar a barraca neste lugar?
Valdemar, que era um soldado malandro e gostava de se aproveitar das situações, não perdeu tempo e, em posição de sentido, olhou para o capitão e respondeu:
- Foi o capitão, sargento!
O sargento Paulo ficou sem graça e, com a voz mais mansa, disse :
- Seu Valdemar! O senhor sabe que acaba de chamar o capitão de IDIOTA!!!
O capitão Braga balançou a cabeça, fez um sorrizo meio marôto e saiu de perto, puxando o sargento pelo braço direito.

MOTIVO 8

Aquele cidadão chega bastante apressado num armazém próximo à estação ferroviária e, já tirando o dinheiro do bolso, grita para o balconista :
- Por favor, amigo! Você vende ratoeiras?
- Vendemos, sim! – respondeu o rapaz calmamente!
- Então dê-me uma, depressa que eu preciso pegar o trem!
Sem demora, o rapaz responde :
- Lamento, senhor, mas nossas ratoeiras só pegam ratos!!!

MOTIVO 9

Um homem passa pela porta do plenário do Senado e escuta uma gritaria que saía de lá de dentro: "Ladrão, Salafrário, Assassino, Traficante, Mentiroso, Pedófilo, Vagabundo, Sem Vergonha, Preguiçoso, Vendido, Assaltante....!!

Assustado, o homem pergunta ao segurança parado na porta:

- O que está acontecendo aí dentro? Estão brigando?
- Não, responde o segurança, é que, neste momento, estão fazendo a chamada...

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk XD

    Então ...me vê um copo de agua !

    ResponderExcluir